DESCASO: ESTRADA VICINAL DO POVOADO CACHOEIRA EM JATOBÁ-MA, ENCONTRA-SE CHEIA DE BURACOS

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Nunca houve na história de Jatobá uma administração tão fraca, péssima, como esta liderada pelo Prefeito Roberto Ramos. Como podemos observar nas imagens, a importante estrada que liga o povoado cachoeira à BR-135, encontra-se cheia de buracos e muitas poças de água aparecem sempre que as chuvas caem no local. É relevante notarmos que tudo isto está acontecendo, exatamente porque Robertinho não é capaz de realizar se quer, os trabalhos de manutenção necessários, básicos, nas estradas jatobaenses, quanto mais outras obras. De certo que, não se pode esperar nada desta administração, pois todos nós sabemos que os prefeitos de fato nesta localidade são a família Bento. Eles mandam e desmandam!

Logo deve ser frustrante, decepcionante, olhar para o município e não ver nada, absolutamente nada, nestes últimos 25 anos de domínio da oligarquia, e o pior, agora foi que a peteca caiu de vez. Com estradas intrafegáveis, quem mais sofre é a população que precisa utilizá-las para se deslocarem aos centros urbanos, seja para comprar os seus mantimentos ou para trazerem seus doentes aos hospitais das cidades mais próximas, já que Jatobá nunca ofereceu uma saúde de qualidade aos seus cidadãos. É por esta razão amigo, que quando os políticos locais adoecem, se deslocam para São Luís ou Teresina com seus excelentes planos de saúde. Duvido se utilizam as Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou o Hospital local.

A pequena Jatobá recebeu cerca de R$ 22,82 Milhões somente em 2021. Além disso, nestes primeiros 20 dias do mês de janeiro, foram transferidos mais R$ 157,79 Mil Reais aos cofres públicos da cidade, segundo dados do Portal da Transparência. Por certo, que os que governam o município, não podem dizer que não têm dinheiro. Cacau, arame, faz me rir têm é muito. Que pena Roberto Ramos não conhecer o poder de sua caneta, logo ele poderia tirar muitas pessoas da pobreza extrema, evitaria que os hospitais e postos de saúde ficassem sem médicos e remédios, além de evitar que as estradas se transformassem em açudes a céu aberto, como o do Povoado Cachoeira. Mas, ainda existe uma saída, lute, reivindique seus direitos e cobre, antes de mais nada, políticos são empregados do povo.         

Por Jornalista João Vitor Santos

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

 Veja Mais

 Pesquisar

 Parceiros

 Notícias Recentes

 Clima às [live_simple_clock]